Candango! - Salim Sou Eu

Bares e Cafés

Salim Sou Eu

Texto: Rosane Amaral

Com três lojas espalhadas pelo Distrito Federal, o Salim Sou Eu traz uma proposta diferente: um fast food de comida libanesa e saudável, seguindo a tendência gastronômica atual. “Não gosto de chamar de comida árabe, é libanesa”, especifica o fundador da lanchonete, Nijed Michael Semaan.

Nascido no Brasil, Nijed mudou-se com o pai para o Líbano aos cinco anos. Aos 24, voltou para o Brasil. Apaixonado por culinária, sempre quis abrir seu próprio restaurante, mas adiava o projeto. Em 2010, abriu três franquias do Salim Sou Eu em Brasília: na 903 Sul, na 912 Sul (ambas instaladas em faculdades) e, finalmente, uma casa no Setor de Clubes Sul.

O objetivo era quebrar o estigma de que comida árabe é apenas para restaurantes e jantares. “Queria fazer um fastfood, como o McDonald’s com preços mais acessíveis", conta Semaan. De início, o público alvo era aquele que pede comida para levar para casa ou trabalho. Com o tempo, o dono viu a necessidade de colocar mesas e cadeiras no local, mas sem perder a característica de um fastfood. Isto é, o cliente chega, recebe o cardápio, faz e retira seu pedido direto no balcão, pois não há serviço de mesa.

O slogan do Salim Sou Eu é “quero kafta todo dia”, referência ao prato principal da casa - um  lafeh com peito de peru ou presunto e queijo. Lafeh, em árabe, significa sanduíche e é a maior variedade do cardápio. Em versões quentes, há lafehs recheado com queijo, chocolate, mussarela de búfalo e tomate seco, banana e canela. Para quem prefere pratos frios, as opções são lafehs de peito de peru, presunto, homus (pasta de grão de bico) entre outros sabores.

O kebab e o falafel são outras atrações da casa. O kebab de carne acompanha tomate, salsinha, picles, cebola e molho terrini. Já o kebab de frango, leva tomate, alface, picles e pasta de alho. O lafeh de falafel é vegetariano e leva o famoso bolinho de grão de bico frito, tomate, salsinha, picles, cebola e molho terrini. Outra opção são os mishwi kebabos de carne, frango, kafta, carne e frango ou carne e kafta.

A cozinha fica à vista do cliente, que pode observar através dos vidros o preparo de seu pedido. Segundo Nijed, tudo é fabricação própria e feito na hora. “Nada aqui é pré-preparado”, conta. A exceção são os doces, feitos em uma empresa de São Paulo e encaminhados para o Salim sou eu. Expostos no balcão, eles são ótima opção para sobremesa quando se está com pressa, por exemplo.

 

Serviço

  • Região: Lago Sul
  • Endereço: Setor Clube Sul, trecho 2- na frente do campo de futebol da cota mil.
  • Telefone: (61) 3224-2226
  • Funcionamento: das 13h às 22h.
  • Forma de Pagamento : Dinheiro e cartão de crédito.